Home / Basquete / Federação de Basketball de Alagoas tem boas perspectivas para 2017
Presidente Carlos Alberto Lima Divulgação/FBA

Federação de Basketball de Alagoas tem boas perspectivas para 2017

A Federação de Basketball de Alagoas (FBA), presidida por Carlos Alberto de Barros Lima, conseguiu realizar um ano de 2016 com crescimento e o cumprimento das metas que foram estabelecidas no início da temporada. Desta forma, as perspectivas para 2017 são extremamente positivas, sempre focando o crescimento.

“Nossas expectativas esse ano é realizar todos os eventos programados em nossa agenda, com melhor qualidade e um número maior de participantes do que tivemos em 2016. Realizar e apoiar ações que promovam a massificação de nossa modalidade no estado de Alagoas e voltar a representar bem nossa terra nos campeonatos brasileiros de base, que temos esperança que voltem a ser realizados”, relata Carlos Alberto.

O primeiro evento de 2017 programado pela FBA são os Torneios de Basquete de Praia, de 28 de janeiro a 4 de fevereiro, na cidade de Pajuçara (AL). Na sequência serão realizados os Campeonatos de base e adulto, Mini Basquete, Basquete 3×3, Escolar; entre outros.

Formação e Social

O Pavilhão do Basquete Comendador Tércio Wanderley surgiu de um antigo depósito de açúcar, pertencente à Usina Coruripe que foi reformado pela Federação de Basketball de Alagoas. O local conta com um espaço de 2.200 m² situado na Avenida Comendador Leão 150, Bairro de Jaraguá, em Maceió, e funciona com uma estrutura de três quadras de basquete, banheiros e vestiários femininos e masculinos, lanchonete, sala de apoio, secretaria, sala de aula, almoxarifado e auditório.

“O Pavilhão é administrado pela Federação, tendo como proposta sua utilização para a prática do basquete em todos os níveis, desde escolinhas para crianças e jovens, passando pelos treinamentos das seleções alagoanas, equipes de basquete, realização de eventos diversos, como campeonatos, torneios e festivais, além de promoção de cursos, seminários e outros eventos”, explica Carlos Alberto.

O Estado de Alagoas, devido às suas precárias condições econômico-sociais, também apresenta um largo campo para o desenvolvimento de ações de cunho social, o que levou a Federação a programar um trabalho de grande relevância nesta área, com a utilização do Pavilhão do Basquetebol também para a realização de promoções voltadas à comunidade, em parceria com Instituições que atuam diretamente com meninos de rua, deficientes físicos, comunidades carentes, entre outras.

“A educação através de um esporte atraente como o basquete, funciona como polo de motivação para a manutenção do interesse de crianças e jovens pela escola, repercutindo também junto às suas famílias. Este é o projeto Basquete Cidadão”, finaliza o dirigente.

Fonte: CBB www.cbb.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.